Servidor de Rotas

No contexto de um ponto de troca de tráfego, a entrada de um novo membro é dificultada pela quantidade de acordos de peering que terá de estabelecer com os demais membros. Cada acordo com um membro obriga à configuração de um novo peering de BGP através de acordos bilaterais.

 

Tendo como objetivo ultrapassar esta barreira, existem dois servidores de rotas no GigaPIX: um em Lisboa e outro no Porto, com os quais todos os membros são convidados a fazer peering.

Qualquer membro que estabeleça peering com qualquer um dos servidores de rotas está automaticamente a trocar rotas e tráfego com todos os outros membros que se ligam a esse servidor de rotas (acordo multilateral), simplificando assim configuração e melhorando o desempenho.

 

O estabelecimento de peering com qualquer dos servidores de rotas não impede que sejam estabelecidos acordos de peering diretos entre os membros, melhorando assim a resiliência da ligação.